E agora? O que fazer?

beautiful lonely girl sitting on the roof; Shutterstock ID 114300748; PO: The Huffington Post; Job: The Huffington Post; Client: The Huffington Post; Other: The Huffington Post

Muitos de nós uma vez ou outra na vida chegamos a um ponto no qual a pergunta que vem a nossas cabeças é “e agora? Como será?”, não digo isso em relação a aqueles pequenos empasses diários, mas sim em ponto cruciais de tomada de decisão. Você pode já ter passado por isso, ou ainda vai passar, independente de idade uma hora ou outra esse dilema sempre surge, mas afinal, o que fazer agora?

Confesso que estou passando por um desses momentos agora mesmo. Terminei a faculdade, ainda não consegui um emprego, e agora? São tantos cursos complementares possíveis, tantos caminhos pelos quais eu posso seguir, e se o que eu escolher não der certo? E se der muito certo? E se eu me arrepender e depois não tiver mais como voltar atrás?

Isso tudo tem nome, intitulada por um dos meus autores favoritos como o “mal do século” seu nome é Ansiedade. Ela não nos deixa dormir, leva embora a nossa paciência, confunde a nossa mente e ainda por cima nos faz agir por impulso e muitas vezes nos leva para o caminho errado.

Em seu livro, Ansiedade o mal do século, Augusto Cury nos ensina passos simples para diagnosticarmos e aprendermos a lidar com a dita cuja. Após pesquisar  através de algumas fontes, incluindo o livro citado, para poder lidar com a minha própria ansiedade resolvi partilhar com vocês um pouquinho do que aprendi.

  1. Se pergunte, por que estou tão ansiosa?

Muitas vezes não temos razão nenhuma para estarmos ansiosos e mesmo assim a tensão é tanta que parece que somos feitos de pedra.

  1. Se pergunte, em que a ansiedade vai me ajudar a resolver esse problema?

A resposta é simples: EM ABSOLUTAMENTE NADA!

A não ser que o seu objetivo seja enfartar, ai sim estar extremamente ansiosa pode acabar te ajudando.

  1. Olhe por outro ponto de vista

Pedir ajuda de alguém muito próximo pode ser ótimo, mas muitas vezes pedir ajuda de alguém que não esta inserida naquela história pode ser melhor ainda para obter uma resposta imparcial. Mas, atenção! Observe o comportamento dessa pessoa, se ela tiver uma vida que não sirva de exemplo, ai de nada adianta e o melhor vai ser procurar um profissional.

  1. Caso não tenha como ter uma opinião externa …

Ai então você vai precisar fazer uma autoanálise da situação. Comece relaxando e pegue um papel e uma caneta, faça duas colunas, em uma escreva os pontos negativos da situação e na outra os positivos (por mais que pareça não haver muitas vezes a ansiedade nos faz focar somente no lado ruim).  Leia com cuidado os tópicos e pense um por um como resolver, isso vai ajudar a clarear os seus pensamentos, pois assim o problema vai estar deslanchado ao invés de ser um “grande bloco de concreto” na sua vida.

  1. Ore

Muitos de nós acreditamos em um Deus vivo e sabemos que Ele nos ama, mas acontece que costumamos achar que Ele esta ocupado demais para cuidar dos nossos problemas, pelo contrário, Ele se importa até mesmo com o menor de nossos empasses.

Em Mateus 6:26 está escrito:

“Observem as aves do céu: não semeiam nem colhem nem armazenam em celeiros; contudo, o Pai celestial as alimenta. Não têm vocês muito mais valor do que elas?”.

Então não hesite, Ele quer te ouvir e te amparar nos braços Dele.

  1. Tire algum tempo para descansar a sua mente

Por mais que esse problema esteja tomando sua vida e seu tempo você precisa parar um pouco para relaxar. Todos nós temos tempo, os dez minutos antes de você dormir podem ser usados para isso, nesse tempo esqueça o bendito e tente pensar em coisas que te fazem feliz, coisas simples como o amanhecer, chuva, praia, montanhas, canto dos pássaros, algo que te traga paz, que seja leve para a sua mente e mergulhe suavemente desses pensamentos para o sono, você vai acordar muito mais descansada e com mais energia para conseguir raciocinar.

Anúncios

4 comentários em “E agora? O que fazer?

  1. Amei!!! A ansiedade ataca sem motivos, serio!! Eu sou a prova disso, estou, em 99,99999% das vezes em que eu fico ansiosa, sem problema NENHUM… Vem e vai, como se fosse bem-vinda… E orar, realmente, me ajuda muuuuuuitoooo e cantar também rs!! Valeu pelo texto 🙂

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s